Você está aqui
Home > Mais Meios

PEDRA ESCULPIDA HÁ 13.000 ANOS RELATA IMPACTO DE COMETA QUE DESENCADEOU UMA ERA DO GELO

PEDRA ESCULPIDA HÁ 13.000 ANOS RELATA IMPACTO DE COMETA QUE DESENCADEOU UMA ERA DO GELO

Símbolos antigos esculpidos numa pedra em um sítio arqueológico na Turquia contam a história de um impacto devastador que desencadeou uma mini Era do Gelo em nosso planeta, há cerca de 13.000 anos atrás.

A evidência, conhecida como Pedra do Abutre, sugere que vários fragmentos do cometa atingiram a Terra por volta de 11.000 a.C.

Uma imagem de um homem sem cabeça pode simbolizar o desastre humano e a grande perda de vidas.

O cataclismo provavelmente foi resultado de uma colisão de um grande cometa vindo do sistema solar interior, e fez a Terra entrar em uma “mini era do gelo“, que durou cerca de 1.000 anos.

Os pesquisadores sugerem que o desastre ocorreu em 10.950 a.C. Outras evidências encontradas em um núcleo de gelo na Groenlândia indicam um impacto aproximadamente no mesmo período.

As esculturas foram descobertas em Gobekli Tepe, um sítio arqueológico no sul da Turquia, que os especialistas acreditam agora que pode ter sido um antigo observatório.

Um software de computador foi usado para combinar inscrições de animais – interpretados como símbolos astronômicos – a padrões de estrelas.

“Parece que Gobekli Tepe foi, entre outras coisas, um observatório para monitorar o céu noturno. Um de seus pilares parece ter servido como um memorial para este evento devastador – provavelmente o pior dia da história desde o final da Idade do Gelo”, disse o pesquisador Martin Sweatman, da Escola de Engenharia da Universidade de Edimburgo, na Escócia.

As esculturas parecem ter permanecido importantes para Gobekli Tepe durante milênios, indicando um evento que teve um impacto muito sério e duradouro.

Alguns símbolos no pilar (pedra) sugerem que as mudanças de longo prazo no eixo de rotação da Terra foram registradas pelos primeiros astrônomos usando uma forma inicial de escrita.

A descoberta também apoia a teoria de que a Terra experimenta períodos em que impactos de cometa são mais prováveis, devido à órbita do planeta que se cruza com anéis de fragmentos de cometas.

Galeria de imagens:

 

O artigo da descoberta foi publicado no periódico Mediterranean Archaeology and Archaeometry, disponível neste link.




Meio Info/News Cientist/Daily Mail


A informação foi útil pra você?

Se sim, compartilhe-a com seus amigos e deixe também sua opinião nos comentários.

Quer receber novos conteúdos do Meio Info gratuitamente? Cadastre-se:

Por favor, certifique que seu e-mail esteja correto.


Deixe uma resposta

Top