Você está aqui
Home > Energia

BRASIL PLANEJA INSTALAR PAINÉIS SOLARES EM RESERVATÓRIOS DE HIDRELÉTRICAS

BRASIL PLANEJA INSTALAR PAINÉIS SOLARES EM RESERVATÓRIOS DE HIDRELÉTRICAS

O governo pretende instalar milhares de metros quadrados de painéis solares flutuantes sobre os espelhos d’água nos reservatórios das usinas hidrelétricas para gerar energia.

De acordo com os cálculos do Ministério de Minas e Energia (MME), o uso desses flutuadores solares sobre os reservatórios pode acrescentar ao parque nacional de energia até 15 mil megawatts de potência, ou seja, superior à capacidade máxima que será entregue pelas hidrelétricas de Belo Monte e Jirau, ainda em construção na Amazônia.

Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou em março deste ano que o governo pretende instalar no prazo de 120 dias um projeto piloto de geração de energia solar flutuante. O sistema será instalado no reservatório da Usina Hidrelétrica de Balbina, no Amazonas. Também há intenção de instalar o sistema no lago de Sobradinho na Bahia, que é o maior do país em área alagada.

“Vamos fazer o primeiro projeto piloto de produção de energia solar em flutuadores dentro do reservatório da usina de Balbina.” explicou o ministro.

O custo do projeto está estimado em R$ 220 a R$ 350 o megawatt/hora, valor um pouco acima da média que é de R$ 190 a R$ 200 do megawatt/hora dos projetos já existentes de energia solar. De acordo com o MME, esse projeto é um pouco mais caro por ser tratar de um protótipo, mas caso ele se torne efetivo, os custos tendem a baixar.

Estudos realizados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) apontam que o uso pleno do potencial solar no Brasil poderia gerar até 287 mil gigawatts-hora por ano, somente no ambiente residencial. Isso é equivalente a mais de duas vezes o consumo residencial de energia contabilizado atualmente.

Outros projetos como este já estão em andamento em vários países, mas parece que o Brasil está “acordando” somente agora.

 

Imagem: Power Clouds


A informação foi útil pra você?

Se sim, compartilhe-a com seus amigos e deixe também sua opinião nos comentários.

Quer receber novos conteúdos do Meio Info gratuitamente? Cadastre-se:

Por favor, certifique que seu e-mail esteja correto.


Deixe uma resposta

Top